No fundo é Tudo Pela Graça

“Eu podia ser melhor e fazer valer a pena a Sua morte,

o sangue que por mim derramou, eu podia ter valorizado muito mais…”

Passei dias com esse trecho de música na minha cabeça, ela se chama “Graça” e a Graça é o que nos permite viver e nos relacionar com o Pai. Somos filhos medíocres, isso é um fato. Não merecemos, fazemos muito pouco, e ainda que você faça muito, ainda que você faça tudo, estará apenas obedecendo, nada vai se comparar àquilo que Ele nos deu. Passamos tanto tempo vivendo amores desprezíveis e passageiros que nos esquecemos de que Deus é a perfeição e, sendo o dono do mundo, nos chama de Filhos.

“…Tão mediocre como filho sou, mas cuidas de mim, mesmo eu sendo pobre pecador…”

Lembrei-me da noite em que eu parei em frente a uma fogueira gigante disposto a sacrificar ainda mais minha vida. Na minha mão estavam todos os meus pecados escritos em um papel – já fazia algum tempo que Deus me levava mais profundo em sua presença, mas eu ainda tinha coisas que precisava abrir mão. Então, parado e vendo aquele fogo, decidi: aquela era a hora de mudar. Aproximei-me, joguei o papel no fogo, e de ímpeto gritei: Jesus, seu sacrifício não foi em vão! – as lágrimas vieram selar aquele compromisso.

…Eu não mereço o Teu amor Senhor, eu só quis saber de errar, enquanto você cuidava de mim…

Ninguém nunca me cobrou ter um relacionamento com Deus. Na verdade, conheço muitos crentes que vivem de fachada e em boa parte das igrejas isso é bem aceito – afinal, ninguém é perfeito. Já vi aqueles apelos, mas nunca uma cobrança pessoal. Entretanto, quando me dei conta do quanto eu ganhei, do tamanho do amor de Deus por mim, eu então desejei mais que tudo esse relacionamento, mais do que minha própria vida. Não dava pra viver de um culto de domingo, de ler versículos aleatórios antes de sair, não dava pra viver de “graças a Deus” sem conhecê-lo.

Desde então meu relacionamento mudou. Eu não preciso obedecer, eu desejo obedecer. Eu não preciso abrir mão, eu desejo abrir mão, eu desejo sacrificar, eu desejo corresponder ao que Ele já fez por mim. Ele me amou e eu quero me entregar totalmente. Comecei a viver o evangelho por prazer. Compreendi as escolhas de Paulo, Pedro, João Batista, Estevão e tantos outros, descobri a verdadeira vida.

Comecei a fazer tudo para um dia poder olhar nos olhos do Cordeiro de Deus e dizer: Jesus, Valeu a pena.

Música”Graça” é da Priscilla Alcântara.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s